SEMPRE É TEMPO DE VISITAR MARIA, A MÃE DE JESUS

Centenas de fieis foram ao Santuário Nossa Senhora da Conceição neste primeiro fim de semana após a 112ª Festa do Morro, que ocorreu entre os dias 29 de novembro a 08 de dezembro de 2016, no Morro da Conceição, no Recife.

O grande fluxo de pessoas que chegam ao Santuário já acontece desde a última sexta-feira, 09, um dia após o término da Festa, quando atletas da Bike Anjo, Associação que reúne ciclistas de várias parte do Brasil e também de 19 países, chegaram aos pés da Santa do Morro. Eles estão reunidos no Recife para o 3º Encontro Nacional Bike Anjo, que acontece neste fim de semana.

                                     
                                                                Foto: Ana Valença

Dentre os participantes, está à pernambucana Amanda Schimith, professora infantil e que mora em Santa Catarina desde criança. Para ela, está no Morro da Conceição é resgatar um pouco das suas origens, “nasci aqui no Recife, e estou levando lembranças deste lugar, um pouco da minha história para casa.”

Neste domingo, 11, o primeiro pós Festa do Morro 2016, centenas de pessoas participaram da primeira missa dominical celebrada pelo pároco do Santuário, padre Renato Azevedo. Logo após a celebração, os fieis se reuniram aos pés do Monumento para receber as bênçãos da mãe, com a aspersão de água benta.                 
                                              Foto: Fernando Ribeiro | Pascom Morro

                                             Foto: Fernando Ribeiro | Pascom Morro
                                                                       
As celebrações dominicais ocorrem sempre às 07h, 09h e 18h. 

A 112ª FESTA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DEIXOU SAUDADE

Quem pôde acompanhar a Procissão de Encerramento da 112ª edição da maior festa religiosa de Pernambuco, caminhando ou aguardando a passagem da réplica da imagem da santa do Morro da Conceição, teve a noção do quanto o povo é fiel e dedicado a Mãe de Jesus.

Confira neste vídeo, produzido pelo empresário e operador do drone que captou as imagens, Fernando Ribeiro, um pedaço desse momento glorioso.

Mate um pouco a saudade do mar azul de gente que tomou conta da Avenida Norte Miguel Arraes de Alencar, na Área Central e na Zona Norte do Recife, no Dia de Nossa Senhora da Conceição.

Até o próximo ano, com mais fé e mais devoção!



video

Imagens: Fernando Ribeiro/PascoMorro



MAR DE FIÉIS CELEBRAM O AMOR A MARIA NA 112° EDIÇÃO DA FESTA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

A multidão que seguiu em procissão, durante quase 4 horas de caminhada, se somou a outros milhares de devotos que esperavam o mar de fiéis que tomou conta da Avenida Norte. Duzentas mil pessoas acompanharam o cortejo durante o percurso, enquanto isso mais de cem mil devotos aguardavam a chegada na Praça do Morro da Conceição, Zona Norte do Recife.

Fotos: Ana Valença

A missa de encerramento da 112° Festa de Nossa Senhora da Conceição foi presidida pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido. Durante a celebração ele exaltou o amor e a dedicação de Maria com seu filho Jesus e a humanidade.

Os Redentoristas, atual congregação religiosa que administra o Santuário do Morro, ficaram surpresos com o carinho que os pernambucanos têm por Nossa Senhora. 

Após a celebração teve o momento cultural. Que ficou a cargo do Padre João Carlos e Frei Damião. Músicas dedicadas a mãe de Deus não faltou no repertório dos sacerdotes.




PROCISSÃO DE ENCERRAMENTO LEVA MILHARES DE FIEIS AO MORRO DA CONCEIÇÃO

Fotos: Ana Valença

A Avenida Norte virou um mar de fiéis vestidos de azul e branco. Louvando a Deus e a Maria, eles seguiram fervorosos os oito quilômetros de caminhada até o Morro da Conceição, Zona Norte do Recife.

O cortejo saiu do Forte do Brum, área central da cidade, com milhares de devotos que foram agradecer por causas alcançadas ou pedir alguma benção para o ano que se inicia. Emocionados, todos louvavam com muita alegria e amor no coração.


Surpreendente. Essa foi a definição do Padre José Ulysses, reitor do Santuário de Nossa Senhora da Conceição. "É bonito ver a expressão de devoção e amor que o pernambucano tem por Nossa Senhora", declarou o religioso que está a frente do Santuário há dez meses.


O andor foi um espetáculo a parte. Conduzido por marinheiros, revivendo o momento quando há 112 anos a imagem de quase quatro metros de altura chegou ao Morro. A ornamentação foi uma réplica da imagem de Nossa Senhora da Conceição do Morro. A expectativa da organização era de 150 mil pessoas, como ano passado, mas a Polícia Militar de Pernambuco contabilizou 200 mil fieis que tomaram conta das ruas da Zona Norte do Recife na tarde desta quinta-feira (08).




.

HOJE É DIA DE RENDER GRAÇAS A MARIA, MÃE DE JESUS

A movimentação no Morro da Conceição, na madrugada desta quinta-feira, 08 de dezembro, traz uma prévia do que será o auge da Festa neste dia dedicado a Imaculada Conceição de Maria.



As missas acontecerão na Praça da Conceição, no palco montado para atender a demanda de fiéis que vão assistir as celebrações a 0h, 2h, 4h, que é conhecida como Missa da Aurora, 6h, 8h e 10h, que será a penúltima missa das 47 celebradas ao longo dos dias das festividades da 112ª Festa de Nossa Senhora da Conceição.

A partir das 12h, grupos católicos irão realizar louvor e adoração aguardando a chegada da procissão de encerramento da Festa do Morro 2016.

A concentração da procissão está marcada a partir das 14h e terá ponto de partida do Forte do Brum, ao lado da Prefeitura do Recife.  A saída será às 15h.

A recomendação é que o fiel use roupa confortável, e leve uma garrafa de água para a caminhada de aproximadamente 7 km, que seguirá pela Ponte do Limoeiro, Avenida Norte Miguel Arraes de Alencar até o Morro da Conceição.

A missa solene será presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, às 18h, e concelebrada pelo Reitor do Santuário Nossa Senhora da Conceição, padre Ulysses e pelo pároco Renato Azevedo.

A expectativa é de que cerca de 350 mil pessoas participem do último dia da Festa deste ano. Para a procissão, são esperados mais de 100 mil fieis que virão em romaria aos pés da Virgem da Conceição.

A Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) contará com o apoio de 60 agentes, com uma viatura e batedores que virão à frente do cortejo. Os bloqueios serão realizados ao longo da Avenida e serão liberados logo após a passagem da Procissão.

A Polícia Militar irá dispor 90 policiais e contará com o apoio do 16º Batalhão que dará suporte ao cortejo desde a concentração até a Praça do Torreão, logo após a descida do viaduto da Avenida Norte. A partir deste ponto, militares do 11º Batalhão assumem o comando do cortejo até o fim da caminhada.

A Guarda Municipal contará com um efetivo de 15 homens que virão próximo do andor.

Este ano, o andor que irá conduzir a imagem de Nossa Senhora da Conceição será decorado com flores brancas e conduzido por alunos da Escola de Aprendizes de Marinheiros.


A programação cultural irá encerrar os festejos da Festa deste ano, com as apresentações dos Padres João Carlos e Damião Silva e Banda, previstos para ocorrer após o término da Missa de Encerramento da 112ª Festa de Nossa Senhora da Conceição.

SERVIÇO:

Quinta-feira -(8)
0h, 2h, 4h, 6h, 8h, 10h - Missas
12h às 16h - Louvor e adoração (Grupos Católicos)
14h - Procissão de encerramento (Forte do Brum - Morro da Conceição)
18h - Solene Celebração Eucarística de Encerramento da Festa de Nossa Senhora da Conceição do Morro 2016

 Celebrante: Dom Fernando Saburido OSB -  Arcebispo Metropolitano de Olinda e Recife      
20h - Padre João Carlos e Frei Damião Silva e Banda



PADRE MAILSON: O REDENTORISTA DA MÚSICA

Fotos: Ana Valença

Tranquilo, paraibano, um dos quatro Missionários Redentoristas que está a frente do Santuário de Nossa Senhora da Conceição, Padre Mailson Régis Queirós saiu do município do Congo para prestar missão pelo mundo.

Quis Nossa Senhora da Conceição que o primeiro compromisso como religioso fosse no morro que recebe o nome Dela, na Zona Norte do Recife.

"O Morro da Conceição é a minha primeira experiência como padre, mas como seminarista já fui para muitos lugares, porque nós fazemos nossa formação em vários locais. Fui o primeiro do grupo a chegar aqui, em 06 de dezembro de 2015. Fiquei sabendo desde outubro que viria morar no Morro. Participei da procissão e da missa durante a festa do ano passado, inclusive".


Mas o começo não foi tão fácil. "Eu cheguei a passar por terapia, porque achei que era muito pra mim. Uma coisa é ir para onde você já conhece. Nós somos o primeiro grupo Redentorista do Morro da Conceição. Pensei: tanta gente capacitada, por que eu? Quase não tenho experiência. Mas se foi encaminhada essa missão para mim é porque sou capaz", confessa o jovem padre.

Filho mais velho de três irmãos dos cabeleireiros Reginaldo Farias de Queirós e Marlene de Farias Queirós, foi incentivado desde cedo pela mãe a participar da Orquestra Filarmônica Santa Ana, no Congo, daí então começou a proximidade com a música. 


"Minha mãe não queria que eu fosse Redentorista, porque ela não queria ficar longe de mim, mas sempre apoiou. Meu pai já não se envolveu muito. Para mim não foi difícil me afastar da família, porque sempre fui muito bem cuidado no Seminário de Garanhuns. Apesar da pouca idade, eles ficaram admirados com minha tranquilidade. Sempre tive muita clareza na minha vocação".

Graças a proximidade dele com a música, foi designado pelo reitor do santuário, Padre Ulysses, para acompanhar todos os ministérios de música. "Para mim, música é vida! Fiz minha monografia voltada para evolução da música na liturgia". 


Quanto a linda missão que é ser Redentorista e a chegada no Morro da Conceição, Padre Mailson diz: "Eles chegam onde ninguém quer ir. Os Redentoristas me encantaram porque trabalham unidos. O  jeito de falar, o respeito pelas pessoas. Aqui no Morro começamos do zero. Não conhecia as pessoas, meu ponto de apoio eram as Irmãs do Divino Amor e elas ajudaram muito nesse começo", conclui o Redentorista da música.  

NOVENÁRIO QUE ANTECEDE DIA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO É CELEBRADO PARA MULTIDÃO


A Praça da Conceição ficou pequena para a quantidade de fieis que subiram o Morro na noite desta quarta-feira (07).

As pessoas já se amontoavam em frente ao palco no começo da tarde. O sacrifício valia a pena, pois quem chegasse mais cedo teria o privilégio de acompanhar a celebração do último novenário da 112ª Festa de Nossa Senhora da Conceição mais de perto.




A organização do evento se preocupou em colocar um telão no santuário para que o filho de Maria pudesse acompanhar também a celebração confortavelmente sentado.

Padre Robson de Oliveira, do Santuário do Pai Eterno, em Trindade, no estado de Goiás, foi o celebrante do último novenário desta edição da festa. Ele trouxe a imagem peregrina para abençoar todos que vieram, de vários lugares, como as irmãs Maria Ozana, que viajaram 628 km até o Morro da Conceição. Elas são de uma cidade chamada Jardim, no estado do Ceará. Uma tem 72 anos e a outra, 86. "Aqui é lindo demais, é o céu!", falou a mais nova delas. 

Logo mais, a partir da 0h, as missas começam a ser celebradas no intervalo de duas horas. Portanto, 0h, 2h, 4h (Missa da Aurora), 6h, 8h e 10h.

Venha subir o Morro da Conceição! Maria espera por você!


Fotos: Ana Valença

A FÉ QUE UNE A FAMÍLIA GOMES

O cinegrafista e fotógrafo Jackson Gomes, de 45 anos, o estudante Pedro Gabriel, de 11, e a dona de casa Rita de Cássia , de 44, formam uma das milhares de famílias que subiram o Morro da Conceição antes da agitação do dia 08.


Foto: Ana Valença

O costume de participar da Festa do Morro vem de muitos anos para Jackson, que relembra: "Minha mãe, Maria de Lourdes da Conceição, vinha do bairro da Mangabeira, na Zona Norte do Recife, a pé, descalça, com outros integrantes da família na madrugada do dia 08. Como ela não sobe mais por causa da idade, sigo essa tradição, fielmente, todos os anos".

Desde pequeno pegou esse costume e atualmente faz questão de levar a linda família que construiu do mesmo jeito que aprendeu com a mãe, grande devota de Nossa Senhora da Conceição. "Ainda vamos tentar subir o Morro novamente, descalços, mas dessa vez com nossa filha mais velha, que não pôde acompanhar hoje por causa do trabalho", fala o orgulhoso chefe da família Gomes.

Entre as graças alcançadas por eles está a oficialização da união entre Jackson e Rita. "Faz 15 dias que realizamos a cerimônia do nosso casamento, a consagração de uma vida de respeito e amor juntos durante 22 anos", fala feliz da vida a esposa de Jackson.

Faça como eles. Descalço ou não, suba o Morro da Conceição e aproveite os últimos momentos da memorável 112ª Festa de Nossa Senhora da Conceição. 

INSTITUIÇÃO FAMILIAR É TEMA DA 8ª NOITE DA FESTA DO MORRO

Fotos: Ana Valença

Os devotos de Nossa Senhora da Conceição formaram uma grande família nesta noite de terça-feira (6), dia da novena dedicado a família e abordado no tema: “Nossa Senhora da Conceição do Morro, Santuário das famílias”. O templo estava lotado de fiéis que vieram render graças a Imaculada Mãe de Deus.


A celebração foi presidida por Dom Severino Batista, Bispo emérito de Nazaré da Mata. Durante sua conversa com os devotos ele falou da importância da família na construção de mundo melhor. “A família é a expressão do amor de Deus”. Dom Severino refletiu também sobre as alegrias e dificuldades na construção da família, “a felicidade não se acha, se constrói a partir das provações e diálogos”. Ele abordou também a aprovação do aborto até o terceiro mês de gestação pelo Supremo Tribunal Federal, “foi aprovada a lei para matar, que todos voltem para suas casas refletindo a missão de formar pessoas melhores para o mundo”.


Casais de várias idades entraram na celebração em procissão levando a Bíblia. Maria José da Silva, de 88 anos, e Fernando Adelino da Silva, 70, casados há 36 anos, vieram à frente do cortejo. Eles são da paróquia de São Sebastião, no Vasco da Gama, Zona Norte do Recife. Falaram da união na vida a dois, “somos um casal unido na fé e no amor”.


Jovens que formam a Banda São Francisco agitaram a Praça do Morro da Conceição. Juntos há 20 anos eles levam a palavra de Deus em suas canções. O grupo fez a juventude sacudir com suas musicas dançantes e refletir nos momentos de oração. A tradicional Festa de Nossa da Conceição segue até a próxima quinta-feira, dia 08 de dezembro. A expectativa da organização é receber 1,3 milhão de pessoas durante os dez dias de festa. 

IRMÃO DANIEL: O MISSIONÁRIO DA COMUNICAÇÃO

O jovem Daniel Augusto da Silva, mais conhecido como Irmão Daniel, é um Missionário Redentorista nato e com o dom da comunicação. 

Com apenas 27 anos de idade, o filho mais novo de Maria Aparecida Soares e Gabriel Garcias (in memmorian) é natural de Potim, no estado de São Paulo. Fez os votos religiosos no Santuário Santa Terezinha, na cidade de Tietê, também São Paulo, no dia 23 de janeiro de 2011, quando recebeu o hábito Redentorista e tornou-se, então, Irmão Daniel. 

Foi convidado, junto com Padre Ulysses, para fundar a primeira casa da Congregação Redentorista no Morro da Conceição.

Foi coroinha no Santuário Nacional, em Aparecida, São Paulo, e despertou para seguir a vida religiosa quando teve contato com o trabalho dos Redentoristas. "Na minha cidade, tinha um seminário para formação dos irmãos e conheci todos eles, tive identificação de cara. Entrei no seminário aos 14 anos e professei aos 21".

Questionado por que escolheu ser Redentorista ele responde: "Pelo jeito e pelo carisma. Muitas pessoas me incentivaram. Estudei tudo o que um padre estuda, mas por opção de vida não quero ser ordenado. Por isso não celebro missa, nem casamento", esclarece Irmão Daniel.

Quando recebeu a notícia de que viria ao Morro da Conceição, no fim da faculdade de teologia, colocou-se à disposição para missão no exterior, momento que a Vice-Província do Recife fez a parceria com a Província de São Paulo para virem dois Redentoristas de Aparecida com experiência em santuário. "Estou gostando do Morro da Conceição. Experiência boa e estamos com o prazo de ficar um ano. Estamos na expectativa do que será feito com nossas vidas próximo ano".

Será fácil você encontrar o Irmão Daniel no Santuário do Morro da Conceição. Comunicativo, sempre recepciona os fieis de Nossa Senhora com uma palavra de ânimo e espírito ao microfone.

Venha render graças a Maria junto com ele, o missionário da comunicação.


Fotos: Ana Valença

PADRE ROBSON DE OLIVEIRA FAZ CONVITE ESPECIAL PARA O DEVOTO DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DO MORRO

video

Assista aqui ao convite que o Padre Robson de Oliveira faz para você, que é devoto(a) de Nossa Senhora da Conceição.

Ele estará no Santuário do Morro da Conceição nesta quarta-feira (07) para celebrar o último dia do novenário no palco montado na Praça da Conceição.

Confira!

DIA QUE ANTECEDE O AUGE DA FESTA DO MORRO TRAZ PADRE ROBSON DE OLIVEIRA NA PROGRAMAÇÃO

Foto: Ana Valença


Está chegando o Dia de Nossa Senhora da Conceição e a expectativa vai aumentando proporcionalmente com a quantidade de fieis que sobe o Morro.

O último dia do novenário prossegue o calendário de missas às 7h, 9h, 11h, 14h e 16h. 

A celebração, que traz o tema "Nossa Senhora da Conceição do Morro, Nossa Dulcíssima Esperança", acontecerá a partir das 19h desta quarta-feira (07)


O Padre Robson de Oliveira será o celebrante. O superior Provincial do Redentorista de Goiás vem ao Morro da Conceição especialmente abrilhantar a 112ª edição da festa. 

Além de celebrante, ele será o portador da Visita da Imagem Peregrina do Divino Pai Eterno e promete um show religioso cheio de fé e emoção, que vai encantar o Morro da Conceição  logo após a reza do último novenário que antecede o Dia de Nossa Senhora da Conceição..

Ele vai cantar músicas como "O Cálice", "Tua Graça me Basta", "Olha pra Mim", "Liberta-me" e "Sou Teu Anjo".

Vista azul e branco, venha com roupa confortável e suba o Morro da Conceição. Maria, a Mãe de Jesus, espera por você!



EXÉRCITO BRASILEIRO SOBE O MORRO PARA RENDER GRAÇAS A IMACULADA CONCEIÇÃO

Fotos: Ana Valença


Homens e mulheres do Exército subiram o Morro da Conceição, na zona norte do Recife, na manhã desta terça-feira, dia 06, para a tradicional Missa Votiva do Exército. A celebração teve início às 09h após a caminhada que teve como ponto de partida o Largo Dom Luiz, em Casa Amarela.

Cerca de mil e 200 militares lotaram o Santuário do Morro para render louvores à padroeira do Exército Brasileiro. Ao som do Hino à Guararapes, os oficiais entraram na Igreja de Nossa Senhora da Conceição neste oitavo dia do Novenário da 112ª Festa.




A missa foi celebrada pelo Capelão do Comando Militar do Nordeste, Padre Ivan Medeiros Jr. Em sua homilia, o religioso enfatizou que todos somos obras de Deus, criados por ele de forma distinta para uma missão.

O padre João Batista, fala da importância da figura feminina dentro do Exército, bem como da importância de Nossa Senhora para a Igreja Católica: o exército foi o último serviço militar a receber mulheres na corporação e na Igreja, Maria, Nossa Senhora, foi à primeira do projeto salvífico de Deus.  Em todas as situações a presença da mulher é fundamental.

JUVENTUDE ORANTE E ATENTA AO CAMINHAR COM JESUS

Fotos: Ana Valença

A sétima noite da Festa de Nossa Senhora da Conceição trouxe os jovens como tema da novena, “Nossa Senhora da Conceição do Morro, Santuário dos jovens”. Nesta segunda-feira (5) vários movimentos que envolvem a juventude participaram da cerimônia. Os grupos de EJC, Encontro de Jovens com Cristo, de muitas igrejas vizinhas vieram para a festa a Imaculada.


Os jovens entraram em uma linda procissão com a imagem de Nossa Senhora da Conceição, os vários sorrisos contagiantes encantaram a todos os devotos que foram a celebração no Santuário, na Zona Norte do Recife. O novenário foi celebrado por Padre Jurandir Dias, da paróquia de Nossa Senhora de Lourdes em Nova Descoberta. Durante a cerimônia ele ressaltou a importância de ser luz na vida do próximo. “Temos que iluminar a vida do outro para que possamos caminhar na salvação”, falou ainda “Devemos ser reflexo daquilo que Jesus foi e fez no Mundo”.

Na hora do ofertório alguns representantes da PascoMorro, a pastoral da comunicação do Santuário, distribuíram flores para os fiéis ofertarem no altar do senhor. Um desses jovens foi o estudante de psicologia Allyson Freitas, de 21 anos. Que tem uma linda história com Nossa Senhora.  Filho de mãe evangélica Allyson começou a frenquentar a igreja católica escondido, a partir do seu primeiro contato com a Imagem de Nossa Senhora da Conceição. Quando tinha 14 anos ele passava com a mãe ao lado da imagem durante o período da festa, se mostrando radical ela lhe falou para não olhar em direção a imagem, mas a curiosidade foi maior e ele olhou e se encantou com o olhar piedoso de mãe acolhedora. “Naquele instante o olhar de Maria me cativou”, daí em diante o menino queria saber que era aquela com um olhar tão cheio de amor para as pessoas que a procuravam. Hoje Allyson é um jovem atuante na igreja, tenta evangelizar e levar a palavra de Deus a quem precisar.


Louvor e dança fizeram parte da noite cultural da 112ª Festa do Morro na apresentação do Movimento Cultural Morro desce a Ladeira. Várias instituições atuantes no Morro e no bairro da Casa Amarela que trabalham com cultura e arte participaram do evento. O grupo de dança Arco Iris do Sonho, do instituto CERVAC, Toinho Wanderley, Paulinho Viola, Banda ECC do Vasco da Gama e as Meninas de Dois Unidos, senhoras de um grupo de idosas, encerram a sétima noite da Festa de Nossa Senhora da Conceição, que segue até o próximo dia 08.

PADRE RENATO: O REDENTORISTA COM VOCAÇÃO

Foto: Ana Valença

O garanhuense Renato Azevedo de Oliveira veio ao mundo para servir.  

Apesar da vocação tardia, pois o atual pároco do Morro da Conceição entrou no seminário apenas aos 21 anos, ele sempre teve a certeza de que seria um missionário do povo. "Eu sabia que queria ser missionário, mas não necessariamente padre".

Nascido em 13 de dezembro de 1983, na cidade do Agreste de Pernambuco, Padre Renato conta que participava das atividades no Mosteiro de Garanhuns, cantava no coral e daí surgiu o desejo de se consagrar. "Cheguei a ser entrevistado pelos monges beneditinos, mas não me identifiquei, porque tinha que ficar confinado. E eu queria ganhar o mundo ajudando o povo". 

A Congregação dos Missionários Redentoristas despertou o interesse do jovem Padre Renato quando houve as santas missões populares da congregação na comunidade São José da Vila do Quartel, em 2003, onde morava. "Eu me encantei pelo jeito simples de ser dos missionários. A linguagem simples, aquele hábito preto que chamava atenção por onde passava. E eles contando a história como era ser missionário; ir para o Sertão, fazer contato com o povo, e pensei na hora: 'é assim que quero ser' ".

A pouca idade contrasta com a grande experiência adquirida ao longo de 11 anos de formação religiosa. Cursou Filosofia pela Universidade Católica de Pernambuco e no Instituto Pernambucano de Filosofia, fez noviciado em Campina Grande e fez estágio pastoral no Santuário Nacional, em Aparecida, São Paulo, de onde está trazendo bagagem na administração de santuário para o Morro da Conceição, além de fazer estágio pastoral também na equipe de marketing da TV Aparecida. 

Falando em Morro, Padre Renato Azevedo revela que "apesar de gostar de desafios, senti frio na barriga. Poucos dias antes do início da festa eu estava muito nervoso, mas a segurança de Padre Ulysses foi me acalmando". 

"Agora que a festa começou, o que for acontecendo nós vamos resolvendo. Agora é hora de viver a festa. A resposta do povo está sendo a melhor e como diz Padre Ulysses: 'Se o povo está feliz, Nossa Senhora está feliz' ", conclui o Redentorista com vocação. 

PADRE ULYSSES: O MISSIONÁRIO DA HUMILDADE

O jeito acolhedor do Missionário Redentorista José Ulysses da Silva, atual reitor do Santuário do Morro da Conceição, esconde a identidade de um homem determinado. 

Filho mais velho de um servente e de uma costureira, Padre Ulysses nasceu no dia 16 de novembro de 1943, em Cachoeira Paulista, São Paulo. 

Com seis irmãos mais novos em casa, ele precisou começar a trabalhar cedo. Já foi engraxate, entregou marmita para operários, fazia pequenos serviços e, bom filho que sempre foi, ajudava a mãe com o dinheiro que ganhava.


 Fotos: Ana Valença

Mas a vida religiosa não demorou para entrar na vida dele. Foi coroinha na igreja que frequentava e aos 11 anos de idade já sabia que seria seminarista. "Quando fui para uma romaria em Aparecida do Norte, no estado de São Paulo, com os meus pais, eu conversei com algumas freiras e elas fizeram a clássica pergunta: 'O que você quer ser quando crescer?', e eu, sem saber que não iria crescer tanto, respondi que queria ser seminarista", fala o espirituoso missionário.

Como uma pessoa que possui todo o bem no coração, Padre Ulysses queria ganhar o mundo e sair em missão, daí a escolha pela Congregação Redentorista. "A vida de um missionário é feita de surpresas", revela. 

Com a simplicidade característica de um sacerdote, ele diz "já tive praticamente todos os cargos na minha congregação missionária, mas é bom que a gente exerce o cargo, passa, e você volta a ser missionário do povo. O mais gostoso ainda é sentar ali no confessionário, ficar escutando histórias trágicas, edificantes e algumas vezes até bem cômicas. É bom demais ter essa proximidade, isso preenche bem a minha vida e me satisfaz".

Foto: PascoMorro

O reitor do Morro também não imaginava que um dia chegaria a coordenar o próprio Santuário de Aparecida, onde tudo começou, e que passaria por vários lugares do mundo, como Roma, Ásia, Africa e alguns países da América do Norte, como Estados Unidos e Canadá.

Quanto ao convite para ficar a frente do recém criado Santuário do Morro da Conceição, "recebi a notícia como um presente de Natal no final do ano passado. Foi tudo muito novo e está sendo. Peguei minha malinha, despachei na transportadora e até hoje ela não chegou, ou seja, cheguei aqui no Morro da Conceição zerado, de corpo e alma, porém muito feliz", refletiu.

Venha ser acolhido pelo Padre Ulysses e pelos outros missionários Redentoristas no Morro da Conceição. 

MISSA DO EXÉRCITO SERÁ DESTAQUE NO OITAVO DIA DA 112ª FESTA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

Foto: Ana Valença

Os fieis que estão subindo o Morro da Conceição para participar da 112ª edição da festa vão assistir às missas que estão marcadas para esta terça-feira (06), às 7h, 9h, 11h, 14h e 16h.

Destaque para a celebração das 9h, que será a tradicional Missa do Exército, presidida pelo Padre Ivan de Madeiros Júnior, Capelão do Exército.

Foto: PascoMorro/2015

Às 19h será a oitava noite de celebração do novenário, com o tema "Nossa Senhora da Conceição do Morro, Santuário das Famílias". O celebrante será Dom Severino Batista, Bispo Emérito de Nazaré da Mata, Zona da Mata Norte de Pernambuco.

Às 20h30, a programação cultural fica com a Banda São Francisco.

SEMANA COMEÇA COM MISSAS A CADA DUAS HORAS NO SÉTIMO DIA DA FESTA DO MORRO

Nesta segunda-feira (05) o Santuário do Morro da Conceição, localizado na Zona Norte do Recife, está de portas abertas para receber os devotos da Virgem da Conceição.

Tradicionalmente, a Igreja não reza missa nas segundas-feiras devido à folga semanal dos funcionários. Porém, por conta das festividades da 112ª Festa de Nossa Senhora da Conceição, o Santuário realiza celebrações para receber os devotos de Nossa Senhora da Conceição.



Pela Manhã, as celebrações ocorreram a cada duas horas: a primeira missa às 07h com padre Geovânio CSsR, da Igreja Nossa Senhora Aparecida, em Sergipe.  Logo após, às 09h, Padre Airon, Reitor do Seminário de Afogados da ingazeira, Sertão Pernambucano, presidiu a celebração. O padre jesuíta Raimundo Mota encerrou as orações matutinas deste sétimo dia da 112ª Festa de Nossa Senhora da Conceição do Morro.

À tarde teremos mais duas missas: às 14h e 16h, e a noite, a partir das 19h, terá início a sétima noite do Novenário, com o sub tema: Nossa Senhora da Conceição do Morro, Santuário dos Jovens. A atração cultural ficará por conta do Movimento Morro Desce a Ladeira e os jovens do CERVAC.


AFLIÇÃO FOI O TEMA DO NOVENÁRIO NA SEXTA NOITE DA FESTA DO MORRO

Fotos: Ana Valença

“Nossa Senhora da Conceição do Morro, Santuário dos aflitos” com esse tema a sexta noite do novenário acolheu todos os fiéis que foram ao Morro da Conceição, na Zona Norte do Recife, nesta noite de domingo (4). A Banda Cervac Força Especial, composta por pessoas com deficiência, fez uma participação especial tocando na celebração.

Banda CERVAC Força Especial

A proposta da festa neste ano é resgatar as origens do Morro e mostrar alguns dos principais fatos que transformaram este lugar em referência na cultura e na política do Recife. O Centro de Reabilitação e Valorização da Criança, CERVAC, fundado há 25 anos a partir da iniciativa de alguns jovens da comunidade, foi um dos movimentos que participou do novenário. Crianças e adolescentes da instituição se sentiram incluídos na Festa de Nossa Senhora da Conceição. Mauricéia Santiago, uma das fundadoras do CERVAC, falou da emoção em participar da cerimônia.”A casa de Deus acolhe a todos sem exclusão”, ela falou ainda “O tema abordado hoje tem tudo haver com o trabalho e a missão do instituto”.

O novenário foi celebrado por Padre Luciano Brito, da paróquia de Nossa Senhora de Fátima, em Boa Viagem. Durante sua homilia ele destacou a entrega e o amor de Maria, com ênfase na certeza da fé em Deus que ela teve quando passou por todas as provações com seu filho Jesus. Ele fez um pedido aos fiéis que participaram a celebração, que todos tenham a mesma coragem de Nossa Senhora, a coragem de não desistir da vida. Referindo-se a aprovação do Supremo Tribunal Federal, que na última semana aprovou o aborto até o terceiro mês de gestação. “A aprovação do aborto é um crime e não podemos nos calar diante disso”, declarou o Padre Luciano.

Um dos momentos que mais chamou a atenção de todos foi a entrada da palavra. Jovens do ministério de dança Theotooks, que em latim que dizer mãe de Deus, fizeram uma apresentação que mostrava todas as principais mazelas que afligem a humanidade, como as drogas, prostituição e o aborto, explicou um dos coordenadores do grupo o Cristoleno de Souza, 22 anos. 

Encenação ministério de dança Theotooks

O Tributo a Maria, grupo formado por cerca de 70 jovens, cuido da parte cultural da noite. Esta é a segunda vez que o grupo se apresenta na tradicional Festa do Morro, foram três meses de preparação. Música, dança e encenação fizeram parte do espetáculo. A Festa de Nossa Senhora da Conceição segue até a próxima quinta-feira (8), dia dedicado a ela que foi adotada por muitos católicos como a padroeira do Recife.

Tributo a Maria

APROVEITE A FOLGA DO DOMINGO PARA RENDER GRAÇAS À MÃE DE JESUS

Foto: Ana Valença

A presença do devoto de Nossa Senhora da Conceição é muito importante durante a 112ª Festa do Morro.

Este domingo (04) é um bom dia para quem está de folga subir uma das ladeiras que dão acesso à imagem da santa. A programação conta com as missas às 14h e 16h, além do novenário às 19h, que está no sexto dia.

O tema será "Nossa Senhora da Conceição do Morro, Santuário dos Aflitos", cujo celebrante será o pároco da Igreja de Nossa Senhora de Fátima de Boa Viagem, Padre Luciano Brito. A celebração será realizada no palco, por causa da grande quantidade de fieis que é esperada para este domingo.

A programação cultural será com a banda Tributo à Maria, que sobe ao palco do Santuário às 20h30.

Nesta segunda-feira (05), as missas prosseguem em vários horários para o devoto de Nossa Senhora escolher o mais conveniente: 7h, 9h, 11h, 14h, 16h. 

O sétimo dia do novenário terá o tema "Nossa Senhora da Conceição do Morro, Santuário dos Jovens", e o celebrante será o pároco da Igreja Nossa senhora de Lourdes de Nova Descoberta.

A programação cultural fica com o Morro Desce a Ladeira / CERVAC, às 20h30.

A 112ª Festa de Nossa Senhora da Conceição segue até a próxima quinta-feira, dia 08 de dezembro. Confira a programação especial preparada até lá aqui mesmo no site, na aba "Programação Geral", ou nas redes sociais, através do Facebook e Instagram. 

Suba o Morro da Conceição. Você é o(a) convidado(a) especial de Maria!